©  2019 - Fernando Berwanger - ABQ 860

Dor Ciática e Hérnia de Disco

Saiba como posso ajudar

O nervo ciático tem suas raízes nas vértebras da coluna lombar, na altura da cintura. "Dor Ciática" é o termo usado para descrever um grupo de sintomas que inclui em primeiro lugar dor na nádega e perna do tipo irradiação (choque, fisgada, ardência).

 

Esses sintomas costumam ser causados por irritação ou lesão do nervo ciático, o que ocorre na maioria das vezes por uma hérnia de disco da lombar.

 

Dor ciática e hérnia de disco não são sinônimos, mas muitas vezes ocorrem associadas uma à outra. O tratamento que eu aplico para a dor ciática é desenvolvido para casos em que a causa é uma hérnia ou abaulamento de um disco. Por este motivo escolhi falar das duas coisas na mesma página.

Quais são os sintomas da Dor Ciática?

A maioria das pessoas com dor ciática terá dor na coluna lombar, a parte interior das costas, e dor que irradia em direção à perna, originada da nádega e da parte de trás da coxa - e essa dor pode viajar até a batata da perna ou até mesmo o pé.

A dor que desce pela perna é descrita como queimação, fisgada, choque, ardência ou facada.

Outros sintomas comuns são a dormência e formigamento, que acontecem mais na panturrilha/canela e pé. 

Os músculos controlados pelo nervo ciático, como o isquiotibial e os da panturrilha, podem às vezes parecer fracos, enrijecidos e doloridos e podem ficar contraturados. Na maioria dos casos de ciática. o paciente sente piora quando se dobra para a frente. ao ficar sentado por algum tempo, assim como ao tossir, espirrar, o fazer esforço, porque essas atividades levam a uma compressão ou irritação do nervo ciático. 

Para a maioria dos pacientes com ciática a recuperação é geralmente boa e existe uma alta probabilidade de que os sintomas melhorem no curto prazo (~4 a 8 semanas). No entanto alguns sintomas leves a moderados podem ser recorrentes, levando meses para irem embora por completo, mas esses não costumam atrapalhar muito a função normal. A ciática pode até retornar, vários anos depois, para aqueles cujos sintomas foram resolvidos no início.

Seu Tratamento de Dor Ciática Comigo:

Eu fui buscar - em países de primeiro mundo como Canadá e Inglaterra - abordagens modernas não-cirúrgicas e não-medicamentosas. Aos poucos a gente vai criando uma rede de contatos, e a minha me levou a Toronto, no Canadá, onde entrei em contato com programas de tratamento usados em clínicas hospitalares e baseados em evidências científicas de qualidade. Resolvi passar um tempo aprendendo e me certificando com eles. Acabei adaptando para nossa cultura um programa intensivo de tratamento que combina terapias manuais, exercícios específicos e orientações de auto-gerenciamento com o foco em reduzir a dor e melhorar o funcionamento em pacientes com dor ciática. O objetivo deste programa é promover uma boa recuperação e melhorar a qualidade de vida no curto e longo prazo e ajudar a promover estratégias para reduzir o risco de uma crise de dor ciática acontecer de novo. Mas como todo trabalho bem feito, é preciso fazer uma avaliação, e na área da saúde, isso significa uma consulta.

Durante a sua consulta, eu farei exames para localizar a origem da dor e farei perguntas sobre seus sintomas atuais e remédios que você pode já ter experimentado. Por exemplo:

  • O que você está sentindo de errado?

  • Como você gostaria que eu ajudasse?

  • Quando esta dor ciática começou?

  • O que você tem feito para lidar com o problema até o momento?

  • A dor irradia ou anda para outras partes do seu corpo?

  • Tem algo que alivia a sua dor ciática ou a faz piorar?

Também vou realizar exames físicos e neurológicos. No exame físico, observo a sua postura, amplitude de movimentos, e condição geral, sempre atento para movimentos que causem dor. Farei uma palpação da coluna observando as curvaturas e alinhamento, e atento a contraturas musculares. Vou verificar se a região do quadril e pernas também está em ordem. Durante o exame neurológico, testarei seus reflexos, força muscular e outras alterações do funcionamento dos nervos, e o alcance da dor.

Talvez eu peça para você preencher um questionário padrão para documentarmos sua melhora ao longo do tratamento.

Em algumas situações, vou precisar solicitar exames para ajudar a formar o diagnóstico. Um raio-x pode mostrar estreitamento do espaço do disco, fraturas, bicos de papagaio, ou desgaste e artrite. Uma tomografia computadorizada ou uma ressonância magnética podem mostrar abaulamentos do disco e hérnias. Se suspeitar de compressão com dano a algum dos nervos, pode ser necessário solicitar um teste chamado eletroneuromiografia para medir se a velocidade da condução de impulsos elétricos está dentro do normal. Mas esse teste raramente é necessário.

Como o meu histórico universitário começou na área da quiropraxia, naturalmente tenho métodos de tratamento conservador. Esse escopo de prática não inclui o uso de medicamentos ou cirurgias. Se em algum momento eu diagnosticar algum problema fora desse escopo de prática, como uma fratura ou alguma doença orgânica, farei um encaminhamento para o especialista médico adequado. Neste caso eu pedirei sua permissão para informar o seu médico sobre o tratamento que você está realizando comigo, para garantir que seu tratamento comigo e com o médico estejam em sintonia.​

 

Tratamento Intensivo da Dor Ciática
Causada por Hérnia de Disco

Neste programa uso modalidades de terapia manual específicas para o nervo ciático, desenvolvidas em clínicas hospitalares de primeiro mundo, algo que você não vai encontrar nos consultórios convencionais. Elas são combinadas com um conjunto de exercícios especiais criados individualmente para cada paciente, e instruções e orientação sobre o que fazer e nào fazer. 

 

As modalidades de terapia manual exclusivas ​ajudam a restaurar e/ou manter o movimento normal da coluna lombar assim como reduz a dor e tensão nos tecidos moles (músculos, ligamentos, cartilagens) da lombar e da perna. As técnicas específicas de mobilização para o nervo podem ajudar a restaurar a capacidade do nervo ciático de esticar-se e deslizar em relação às estruturas circundantes, como músculos enrijecidos. O programa de exercícios ajudará a reduzir a dor e aumentar a mobilidade. Lembre que para a maioria dos pacientes, a dor ciática é uma condição com boa recuperação, mesmo no curto prazo, e aprender estratégias de auto-gerenciamento pode ajudar você a ganhar mais controle desde o início e portanto ajudar a promover uma boa recuperação. O programa que você aprenderá comigo, pode ser usado até os sintomas se resolverem ou por mais tempo para ajudar a prevenir a recorrência e manter a boa função da coluna lombar e pernas.

Sempre que achar que é benéfico para o paciente, eu crio um programa de tratamento individualizado que combina mais de um tipo de tratamento, dependendo das suas necessidades e particularidades. Além da manipulação o plano de tratamento pode incluir mobilização, massagem ou exercícios de reabilitação, ou algo a mais.

Para mais pesquisas apoiando o uso da manipulação vertebral, clique em:

https://www.acatoday.org/Patients/Why-Choose-Chiropractic/What-Research-Shows